Prefeito Gil Carlos entrega unidade de saúde à comunidade Marrecas

Foi inaugurado na noite desta quinta-feira (18) o Posto de Saúde Clotildes da Silva Gama, no Assentamento Marrecas, comunidade que fica a 24 quilômetros da cidade de São João do Piauí. A unidade ofertará serviços como: consulta médica e de enfermagem, planejamento familiar, nebulização, acolhimento, acompanhamento da gestante e do bebê, dispensação de medicamentos básicos e de preservativos, exames preventivos, grupo de educação em saúde e curativos.

O prefeito Gil Carlos expressa a alegria de entregar à população mais uma obra e, ao mesmo tempo, fala da importância do atendimento básico como prevenção à saúde.

“É no posto de saúde que conseguimos resolver a maioria absoluta dos problemas de saúde. É uma conversa, um estetoscópio, um tensiômetro resolve grande parte dos problemas" disse.

A Secretária de Saúde, Ana Beatriz Nunes, relata a satisfação de oferecer à comunidade um local onde os atendimentos possam ser realizados de forma apropriada e elogia os profissionais que prestam serviço no Assentamento.

“Com a inauguração desse posto, poderemos realizar o atendimento de forma adequada, qualificada e humanizada, pois é o que a nossa gestão preconiza. Também fico contente em saber que temos profissionais que fazem esse trabalho aqui, na Marrecas, com tanta responsabilidade” declarou.

O filho mais novo de dona Tidinha, Cleiton Carlos Feitosa, relembra o legado que a mesma deixou,

“Ela foi uma mulher de fibra, aquela que com sua sabedoria cuidava de todos através de suas rezas e seus remédios caseiros. Nunca faltava remédio na nossa residência, pois era um meio de adquirir dinheiro e ajudar no orçamento de casa. Ela fez história e com sua simplicidade, humildade e garra conquistou a todos”, relembra Cleiton.

O prédio foi construído com recurso próprio do munícipio, orçado no valor de R$ 106.197,29 (cento e seis mil, cento e noventa e sete reais e vinte e nove centavos).

Biografia da Homenageada

Clotildes da Silva Gama nasceu em 7 de julho de 1962 e era natural da cidade de Caridade do Piauí. Chegou a São João do Piauí em 10 de junho de 1985 como membro do grupo dos sem terras em busca de condições dignas para criar sua família.

Casada com José de Sousa Feitosa e mãe de seis filhos, Clotildes cultivava hortaliças e plantas medicinais, benzia em crianças, participava de forma ativa de diversas atividades no Assentamento Marrecas e, após participar de um curso sobre remédios caseiros, passou a produzir e comercializar na feira do município.

Tidinha, como era conhecida, faleceu no dia 4 de janeiro de 2018, em Caridade, quando visitava seus familiares.


Compartilhar Compartilhar Imprimir

Relacionadas